CONFRARIA ROCK

 

 

 

 

HOME

Música

 

08 JULHO 2016

Saulo Duarte e a Unidade: novo álbum para free download Guitarrista do Mars Volta lançará 12 álbuns até o final de 2016
Angra lança videoclipe para "Synchronicity II" Jeff Beck: ouça o novo disco “Loud Hailer”
07/07/16
Iron Maiden lança jogo de RPG móvel Filme sobre Janis expõe a curta vida de um talento admirável
Ouça a íntegra de Ainda Há Coração, coletânea em homenagem a Alceu Valença
Os Bombarderos Suicidas e Os Dutrinhas inciam tour por SP e MG Neil Young confirma uma das melhores lendas da história do rock
Best of Blues apresenta Richie Sambora e Orianthi em dois shows Mutantes voltam a tocar Tudo Foi Feito Pelo Sol, disco de 1974
06/07/16

Catavento lança clipe "fritante-dançante" de "City´s Angels"

Minifestival punk agita o Hangar 110, em São Paulo, em julho
Rafael Castro celebra 10 anos de carreira no Sesc Belenzinho Clipes: Far From Alaska, Bilhão, Almir Chiaratti e Catavento
Porto Alegre recebe o Fender Day no domingo FingerFingerrr prepara terreno para disco de estreia
Expoente do death metal, Krisiun se apresenta no Sesc Pompeia Ouça "Nunca", disco do Amarelo Manga, banda do filho do Frejat
05/07/16
Cachorro Grande e Autoramas lançam  seus novos álbuns Legião Urbana XXX anos faz suas últimas apresentações em Sampa
Beatles: assista ao novo vídeo de “Whiele My Guitar Gently Weeps” Nei Van Sória lança música em homenagem a Júpiter Maçã
Prêmio Vivo Música inicia votação popular Brujeria lança quarto álbum, "Pocho Aztlan", em setembro
Pitty revela trailer de filme que registra a turnê de Setevidas Que tal um show inteiro, lindo e sexy do incrível The Kills?
04/07/16
Escute no Guitar Talks o som lo-fi emotivo do trio Chico de Barro É 2016, mas parece 1996. Ouça o EP de estreia do Kill Moves
Music Video Festival Awards recebe inscrições até 20 de julho Exposição sobre os Beatles chega em agosto

ANTERIORES:

01 a 11/12/2015   -   14 a 18/12/15   -   21 a 29/12/15  -   04 a 08/01/2016   -   12 e 13/01/2016    -    18 a 20/01/2016    -    22 a 26/02/2016

01 a 04/03/2016   -   07 a 11/03/2016    -    11 a 18/03/2016   -    11 a 18/03/2016    -    29 a 30/03/16     -    18 a 20/04/16     -     02 a 05/05/16

10 a 13/05/16    -    16 a 20/05/16    -     23 a 27/05/16    -    23/06/16    -    27/06/16 a 01/07/16

Voltar

Conheça a banda mineira A Bandeja Amarela

HOME

PROGRAMA PRÓ ATIVO 07/07/16

Topo

 

Saulo Duarte e a Unidade disponibiliza novo álbum "Cine Ruptura" para free download

Disco é um lançamento da Natura Musical

 

 Saulo e a Unidade - Foto: Fabiano Rodrigues

 

“Cine Ruptura” é o novo disco de Saulo Duarte e a Unidade e se mostra atual logo no nome. Foi gravado em março deste ano, poucos meses antes do “golpe” que levou à presidência do Brasil Michel Temer.

Trazendo consigo diversos retrocessos (não que antes tudo estava igual à Disneylândia), Temer quase catapultou o Ministério da Cultura e, recentemente, também quase (ufa!) colocou um defensor da Ditadura Militar para cuidar da tão frágil questão indígena.

O disco nasce do dualismo presente na vida, entre o pessimismo e a negatividade, novo e velho. É um disco-manifesto a favor do ser humano, segundo os próprios, e rompe de certa forma com a linguagem mais ensolarada de outros trampos. "Cine Ruptura" é o terceiro da carreira da banda (que já acumula um disco homônimo de estreia e “Quente”).

Curumin foi o responsável pela produção do disco, que é um lançamento que só foi possível graças a um edital da Natura Musical. O mago Victor Rice cuidou da mixagem de “Cine Ruptura”, gravado no mítico Estúdio El Rocha. A capa do disco foi feita por Fabiano Rodrigues.

Entre as participações especiais figuram Russo Passapusso (em “Na Terra Vermelha”), Ava Rocha (em “Angorá”) e maestro Laércio de Freitas (em “Uma Música”). A banda é: Saulo Duarte (voz, violão, guitarra),  João Leão (teclados, vocais),  Klaus Sena (baixo, vocais), Beto Gibbs (bateria, vocais), Betão Aguiar (Guitarra), Tulio Bias (percussão, vocais) e Igor Caracas (percussões, vocais).

 

 

Baixe "Cine Ruptura" aqui ou ouça no Deezer.

 

Assista ao making of do disco:

 

 

FELIPE MADUREIRA – GUITAR TALKS

 

 

 

 

Guitarrista do Mars Volta lançará 12 álbuns até o final de 2016

 

 

 

O guitarrista Omar Rodríguez-López, ex-Mars Volta, também conhecido pelos projetos At The Drive In, Antemasque e Bosnian Rainbows, irá lançar 12 álbuns solo até o final deste ano.

O material foi composto entre os anos de 2008 e 2013 e o primeiro destes discos, "Sworn Virgins", chega às lojas no próximo dia 15 de julho. Para cumprir sua meta, Omar Rodríguez-López precisará lançar um álbum a cada duas semanas.

"Sworn Virgins" traz o baterista e tecladista Deantoni Parks e a vocalista Teri Gender Bender ao lado de Omar num repertório com 11 faixas. A sonoridade passeia entre o rock experimental e a música eletrônica - o guitarrista também assume os sintetizadores no álbum.

Depois do lançamento de todos os discos, estes serão compilados numa caixa contendo todos os título. Os 12 álbuns e suas datas de lançamento estão listados abaixo:

 

15/07/2016 - "Sworn Virgins"

29/07/2016 - "Corazones"

12/08/2016 - "Blind Worms Pious Swine"

26/08/2016 - "Arañas en La Sombra"

09/09/2016 - "Umbrella Mistress"

23/09/2016 - "El Bien Y Mal Nos Une"

07/10/2016 - "Cell Phone Bikini"

21/10/2016 - "Infinity Drips"

04/11/2016 - "Weekly Mansions"

18/11/2016 - "Zapopan"

02/12/2016 - "Nom De Guerre Cabal"

16/12/2016 - "Some Need It Lonely"

 

LIZANDRA PRONIN – TERRITÓRIO DA MÚSICA

Topo

 

Angra lança videoclipe para "Synchronicity II", versão do Police que só saiu na Europa

 

 

 

O Angra acaba de lançar videoclipe para "Synchronicity II", sua versão para a música do Police que só saiu na edição europeia do álbum de estúdio "Secret Garden", lançado em 2015.

O vídeo ainda traz o guitarrista Kiko Loureiro, em imagens gravadas antes do músico assumir o posto no Megadeth. As gravações foram feitas nas instalações do aeroporto privado da TAM, em São Carlos (SP).

"Gravar este videoclipe no aeroporto da TAM foi muito especial e a direção de Drico Mello e Tony Tiger deu um ar futurista para o vídeo. 'Synchronicity II' é uma de minhas músicas favoritas do The Police e gravar uma versão dela foi uma honra. Sua complexidade e simplicidade, ao mesmo tempo, tem tudo a ver com o Angra", disse Felipe Andreoli, baixista do Angra.

 

 

Turnê comemorativa de "Holy Land"

Desde o mês de abril, o Angra está em turnê comemorativa dos 20 anos do lançamento do álbum "Holy Land". Nos shows, a banda tem tocado o repertório do disco na íntegra.

"Holy Land" é um álbum conceitual: suas músicas falam sobre o Brasil na época de seu descobrimento, em 1500. Há referências diversas ao nosso folclore, aos índios nativos brasileiros e às mudanças provocadas pela chegada dos portugueses por aqui. O disco é composto por 10 faixas (em sua edição padrão) e contou com produção de Charlie Bauerfeind e Sascha Paeth.

A formação do Angra em "Holy Land" era: Andre Matos (voz, teclados), Kiko Loureiro (guitarra), Rafael Bittencourt (guitarra), Luís Mariutti (baixo) e Ricardo Confessori (bateria). Atualmente, apenas Rafael Bittencourt se mantém na formação.

O Angra faz mais quatro shows no Brasil e depois segue para Espanha, França, Alemanha e Itália, com apresentações agendadas até o final de outubro. Veja as próximas datas da "Holy Land - 20th Year Annversary" no Brasil:

 

11/08/2016 - Goiânia/GO

Bolshoi - www.bolshoipub.com.br

 

12/08/2016 - Brasília/DF

Net Live Brasília - www.netlivebrasilia.com.br

 

13/08/2016 - São Paulo/SP

Tom Brasil - www.grupotombrasil.com.br

 

26/08/2016 - Rio De Janeiro/RJ

Vivo Rio - www.vivorio.com.br

 

LIZANDRA PRONIN – TERRITÓRIO DA MÚSICA

Topo

 

Jeff Beck: ouça o novo disco “Loud Hailer”

 

 

 

O site NPR disponibilizou nesta quinta-feira (7) a audição do disco ‘Loud Hailer’, novo disco de Jeff Beck, que chega às lojas no dia 15 de julho. Confira o álbum, na íntegra, no player abaixo. Este é o primeiro material de estúdio do icônico guitarrista inglês desde ‘Emotion & Commotion’, de 2010.

 

 

GUILHERME ZANINI – GUITAR PLAYER

Topo

 

07/07/16

Iron Maiden lança jogo de RPG móvel

 

 

A banda Iron Maiden lançou nesta terça-feira (05/07) o jogo de RPG Iron Maiden: Legacy Of The Beast. A novidade está disponível para celulares com sistema Android e iOS.

Os jogadores vivem o personagem Eddie, mascote da banda, que teve sua alma estilhaçada. O objetivo, portanto, é recuperar esses pedaços perdidos em batalhas com adversários – tudo com trilha sonora da banda.

Momentos históricos do Iron Maiden são retratados no jogo, além de gravações ao vivo e inéditas de alguns dos clássicos do grupo.

 

BILBOARD BRASIL

 

Topo 

 

Filme sobre Janis expõe a curta vida de um talento admirável

 

 

Em "Janis: Little Girl Blue", documentário dirigido pela americana Amy J. Berg (indicada ao Oscar pelo documentário "Livrai-nos do Mal"), que estreia hoje, a própria Janis narra sua história por meio de cartas que escreveu. Lidas pela cantora Cat Power, elas revelam os medos e ambições, bem como a personalidade impetuosa, de uma das cantoras mais emblemáticas de todos os tempos.

O filme inclui também depoimentos de parentes, amigos, músicos e ex-namorados, mas talvez a visão mais interessante seja a do apresentador Dick Cavett, que a recebeu várias vezes em seu talk-show, e com quem Janis Joplin interagia magnificamente.

Amy J. Berg faz ótimo trabalho ao captar desde as humilhações pelas quais Janis passou em Port Arthur, interior do Texas (foi cruelmente votada como "o homem mais feio do campus", quando estava na universidade) e os problemas com a família, até chegar em São Francisco, onde viveu um mundo de sexo, drogas e rock'n'roll.

A performance da descoberta de Janis pelo show business no festival Monterey Pop (1967) é um dos ápices do filme. Uma obra de arte.

Tudo colabora para a dimensão trágica que assume sua morte prematura, aos 27 anos. Janis estava dolorosamente sozinha em um quarto de hotel.

A diretora pode não inovar ao contar essa história, mas sua abordagem objetiva lança um olhar ampliado não apenas sobre a grandiosidade da arte de Janis Joplin, como também sobre o seu impacto nas gerações que se seguiram.

 

DESTAK JORNAL

 

Topo

 

Os Bombarderos Suicidas e Os Dutrinhas inciam tour por SP e MG

Bandas de Caxias do Sul rodam os estados com a Lo-Fi

 

 

A cena gaúcha sempre trouxe grandes bandas para o circuito nacional, mas engana-se quem acredita que de lá só vem o mais puro mainstream dos anos 80 ou nomes mais novos e populares como Engenheiros do Hawaii e Cachorro Grande.

A prova disso está no time de bandas alternativas que surgem na região. De Caxias do Sul, Os Bombarderos Suicidas e Os Dutrinhas desembarcam em São Paulo e depois aportam em Minas Gerais para uma série de shows.

 

Os Bombarderos Suicidas, formado por Carlo Mioranza (voz e guitarra) Bruno Coletti (baixo) e Lincoln (bateria), faz o lançamento do seu novo trampo, um EP 7” em vinil. Batizado de “Me Deixa em Paz”, o trabalho foi gravado no estúdio Jardim Elétrico e mixado por Mioranza e Marcos Mangoni. A masterização ficou por conta de Pete Lyman, da Infrasonic, em Los Angeles, Califórnia. Rayza Roveda, fotógrafa e conterrânea dos caras, assina a capa.

O duo Os Dutrinhas, formado por Gregory Debaco (voz e guitarra) e Gabriel Dutra (bateria), apresenta seu novo álbum “Variadas”, todo gravado no estúdio ACIT. O engenheiro de som Eduardo Coelho, que também assina a master, fez a mixação ao lado da banda. O artista catarinense Rael Rau Brian assina a capa do CD que traz participações especiais das vocalistas caxienses Camila Dengo e Rhaysa Santos.

A dupla de bandas punks excursionam ao lado da Lo-Fi por cinco cidades. Os caras de São José dos Campos, no interior de São Paulo, faz o lançamento da fita K7 "Ultra Cosmic Blues", que chega ao Brasil depois de ser distribuída nos Estados Unidos.

Quando desembarcarem de volta em Caxias, Bombarderos e Dutrinhas lançam seus trabalhos em uma festa, no próximo dia 15, com a participação dos franceses da banda Shut Up! Twist Again!.

O primeiro show dessa tour no sudeste começa nesta quinta-feira no Augusta 339. O som rola a partir das 22h. A entrada sai por R$ 10.

 

Confira as datas dos shows de todo o mês de julho:

 

07/07 - São Paulo - Augusta 339

08/07 - Cambuí - CPB

08/07 - Pouso Alegre - Rolê na Rua

09/07 - Santa Rita do Sapucaí - Sk8 Park

10/07 - Itajubá

15/07 - Caxias do Sul - Cachaçaria Sarau

24/07 - Porto Alegre - Signus Pub com ORNITORRINCOS

 

Confira alguns sons das bandas:

 

 

 

MARCOS FERREIRA – GUITAR TALKS

Topo

 

Ouça a íntegra de Ainda Há Coração, coletânea em homenagem a Alceu Valença

 

 

The Baggios, Nevilton, Luiza Lian, Tagore, Bruno Souto, Camila Garófalo e outros fazem versões de músicas do pernambucano, que completou 70 anos de idade

Para celebrar as sete décadas de vida de um dos maiores nomes da música brasileira, Alceu Valença, o site Scream&Yell lançou nesta quarta, 6, uma coletânea, chamada Ainda Há Coração, que inclui versões de 14 faixas do pernambucano feitas por novos artistas.

O projeto reúne um total de 14 artistas, com nomes internacionais e uma maioria de artistas brasileiros identificados com a mais recente produção da música nacional. Participam The Baggios (recriando “Vou Danado pra Catende”), Nevilton (“Tropicana”), Camila Garófalo (“Bobo da Corte”), Luiza Lian (“Anunciação”), Bruno Souto e Tagore (o medley “La Belle de Jour / Girassol”), entre outros.

O projeto tem curadoria e produção executiva do jornalista Leonardo Vinhas – que esteve por trás de empreitadas semelhantes dedicadas à música latina e ao Paralamas do Sucesso –, para quem Valença “foi um dos pioneiros nessa ideia de usar o próprio quintal – no caso, Pernambuco – para enxergar a cultura de outras partes do mundo e juntar tudo de uma maneira que qualquer um pudesse gostar.”

 

Abaixo, ouça a íntegra de Ainda Há Coração, em homenagem a Alceu Valença.

 

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

Neil Young confirma uma das melhores lendas da história do rock

 

 

Um dos grandes gênios da história do rock, o canadense Neil Young também é protagonista de vários “causos'' clássicos envolvendo grandes nomes da música pop das últimas décadas – e também reconhecido por sua obsessão audiófila, tanto na hora de gravar seus discos quanto na hora de fazê-los serem ouvidos. E no fim do mês passado o Huffington Post finalmente confirmou uma das lendas mais clássicas envolvendo o músico e uma de suas obras-primas, o disco Harvest, ao entrevistá-lo sobre o assunto.

A lenda voltou à pauta após algumas entrevistas recentes dadas pelo outro protagonista da história, Graham Nash, ex-integrante dos Hollies, que pertenceu ao supergrupo folk Crosby Stills Nash & Young ao lado do canadense (e de David Crosby e Stephen Stills). Nash contava que, por volta de 1972, quando visitava o amigo em seu rancho no sul da Califórnia, Young perguntou se ele não queria ouvir algo. Ele concordou e caminhou em direção ao estúdio quando Neil Young gesticulou em direção ao lago em frente à sua casa: “Entra no barco!'', disse apontando para um bote a remo. Nash estranhou e Young disse que eles iam ouvir o disco no meio do lago.

Ao chegar no meio do lago foi que Nash percebeu que Young não havia trazido nenhum aparelho de som com ele. Em vez disso, apenas sinalizou para sua casa. Foi quando Nash percebeu que, do outro lado do lago, na direção oposta de sua casa, havia um celeiro equipado com um enorme equipamento de som, tão grande quanto o equipamento de som da casa de Young.

 

 

<iframe width="600" height="450" src="https://www.youtube.com/embed/KdFsr7I6rz4" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

 

E assim Neil Young mostrou seu disco inédito Harvest, um rosário de canções hoje clássicas como “Out on the Weekend'', “Old Man'', “The Needle and the Damage Done'' e “Heart of of Gold'', pela primeira vez ao amigo Graham Nash: no meio de um lago cercado dois amplificadores gigantes.

 

E logo após a audição, o produtor do disco e amigo de Young, Elliot Mazer, surgiu na beira do lago e gritou em direção ao barco perguntando se foi tudo bem. Neil Young então respondeu com a inacreditável frase que batiza a lenda: “More barn!'' (“Aumenta o celeiro!'', traduzido livremente).

Em entrevista por telefone com Young, o site confirmou a anedota: “É engraçado, porque é uma coisinha que acontece em um dia e começa a crescer e ficar mais maluca. Mas eu tinha posto o canal esquerda nas grandes caixas de som da minha casa com as janelas abertas. E eu tinha o sistema de PA – que usávamos para ensaiar e gravar no celeiro e onde eu gravei 'Alabama' e 'Words' e algumas outras coisas – do outro lado tocando o canal direito. Então estávamos sentados entre eles em um lago e foi isso que fizemos.'' Ao ser perguntado sobre o “more barn!'', Neil Young deu risada: “É, acho que estava pesado uma casa a menos.''

 

BLOG DO MATIAS – UOL

Topo

 

Best of Blues apresenta Richie Sambora e Orianthi em dois shows em SP

 

 

 

Ele explodiu em uma banda de hard rock, na primeira delas que chegou ao topo das paradas de sucesso e que inaugurou o que ficou conhecido como “hard farofa''. No entanto, a sua paixão sempre foi o blues.

Os hits do Bon Jovi se sucederam na segunda metade dos anos 80, mas a guitarra bluesy de Richie Sambora sempre esteve ali, seja em solos inspirados ou em linhas melódicas bem feitas e com muito feeling. E o que dizer da bela e dramática “Wanted Dead or Alive'', um dos grandes momentos da banda? É blues da gema.

Mais de 30 anos depois, Sambora não está mais com a banda, em uma saída traumática e não muito bem digerida – pouco explicada. Aparentemente livre do álcool e das drogas, o ex-guitarrista do Bon Jovi, de 57 anos, retomou a carreira solo e o amado blues.

Renovado e com “sangue nos olhos'', o músico norte-americano é a atração principal do Best of Blues, talvez o principal festival do gênero do Brasil atualmente.

Desde que saiu do Bon Jovi, em 2013, Sambora pouco tocou, embora tenha feito uma curta turnê pelos Estados Unidos para promover seu último álbum solo, “Aftermath Of The Lowdown'', em 2012. Antes, havia lançado outros dois discos solos enquanto ainda estava na banda: “Stranger In This Town'', de 1991, e “Undiscovered Soul'', de 1998.

Em uma versão menos ambiciosa, o evento gratuito ocorre neste domingo, 10 de julho, na parte externa do Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, com início às 17h30.

Sambora estará acompanhado de sua banda e da namorada, a excelente guitarrista australiana Orianthi, que já teve atuações importantes ao lado de Alice Cooper e Michael Jackson – transita muito bem entre o som pesado, o pop e o blues.

Completam o elenco do domingo o onipresente guitarrista brasileiro Igor Prado e a sua Igor Prado Band e as bandas Os Lontras e Mustache e os Apaches.

 

Antes, na sexta, dia 8, Sambora e Orianthi tocam no Tom Brasil – mais informações podem ser obtidas aqui.

 

SERVIÇO

 

Samsung Best of Blues – Richie Sambora e Orianthi

Quando: 8 de julho de 2016

Horário: 22 horas (abertura da casa 2h antes)

Local: Tom Brasil (R. Bragança Paulista, 1281 –  São Paulo)

Ingressos:

Camarote: R$500

Frisas: R$300

Cadeira Alta: R$200

Pista Vip: R$400

Pista: R$250

Plateia Superior: R$350

Classificação etária: 16 anos

Mais informações:  www.ingressorapido.com.br

 

MARCELO MOREIRA - COMBATE ROCK

Topo

 

Mutantes voltam a tocar Tudo Foi Feito Pelo Sol, disco de 1974

 

 

Formação atual da banda Os Mutantes

 

A banda Os Mutantes se apresenta no Sesc Belenzinho nos dias 14 e 15, em shows baseados no repertório do disco Tudo Foi Feito Pelo Sol (1974). Em seu sexto álbum, a banda se aproxima do rock progressivo, com músicas mais longas e elaboradas.

No show o repertório é o álbum completo na ordem original: Deixe Entrar um Pouco d’Água no Quintal, Pitágoras, Desanuviar, Eu Só Penso em te Ajudar, Cidadão da Terra, O Contrário de Nada É Nada, Tudo Foi Feito pelo Sol, Cavaleiros Negros, Tudo Bem, Balada do Amigo, fechando com algumas músicas que eram executadas na década de 70.

A banda de rock psicodélico surgiu durante o Tropicalismo em 1966, em São Paulo, por Arnaldo Baptista (baixo, teclado, vocais), Rita Lee (vocais) e Sérgio Dias (guitarra, baixo e vocais). Também participaram do grupo Liminha (baixista) e Dinho Leme (bateria).

Os Mutantes são o maior nome do rock brasileiro, em termos de influência e reconhecimento internacional.

 

SERVIÇO

Mutantes, no  Sesc Belenzinho

14 e 15/07. Quinta e sexta, às 21h30

Não recomendado para menores de 18.

Ingressos à venda pelo Portal Sesc SP ( www.sescsp.org.br ), a partir 05/07/2016, às 15h30, e nas unidades, a partir de 06/07/2016, às 17h30.

R$ 40,00 (inteira); R$ 20,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$ 12,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).

Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000

Belenzinho – São Paulo (SP

Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento

Para espetáculos com venda de ingressos:

R$ 6,00 (não matriculado);

R$ 3,00 (matriculado no SESC – trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/ usuário).

 

FABIANO ALCÂNTARA – VIRGULA UOL

Topo

 

06/07/16

Catavento lança clipe "fritante-dançante" de "City´s Angels"; confira no GT

Novo disco, "CHA", sai em agosto

 

  

Catavento - Foto: Tuany Areze

 

 

O Catavento se prepara para lançar o segundo álbum da carreira, “CHA”, no mês que vem, mas enquanto isso não rola os gaúchos de Caxias do Sul disponibilizam o videoclipe de “City´s Angels”. O vídeo traz uma atmosfera livre e despretensiosa, como uma alucinação no meio da cidade, um oásis de amigos-anjos capazes de transcender a falta de cor do dia-a-dia. Essa ideia combina com muitas metrópoles afora, mas em particular se refere à fabril Caxias.

“Enquanto compunha essa música, direcionei meu pensamento para aquela partezinha colorida em meio ao mar de cinza dos grandes centros urbanos que são as pessoas e sua natureza de transformar ambientes e renovar energias. Estava pensando naquelas pessoas destemidas que espalham seu tesão por aí como se fosse um vírus”, revela Leo Lucena, vocalista e guitarrista da banda Catavento.

O cenário escolhido pra gravação foi o antigo Moinho Boca da Serra em Vila Seca, na cidade natal dos meninos, que sofreu um incêndio em 2014. O prédio, construído entre 1920 e 1930, é patrimônio histórico tombado do município.

“A locação traz uma estética pós-apocalíptica. Pilhamos em fortalecer esse link porque essa coisa de compartilhar o corre, viver em bando, na simplicidade, é o que falta pra transformar a cidade, o mundo. Esses são os anjos da cidade. Todo mundo tem um dentro de si, maluco pra sair contaminando geral", conta Leo.

“City´s Angels” é o primeiro single do sucessor de "LYATR" e já está em pré-venda no formato LP (garanta "CHA" aqui).

 

Assista ao “vídeo-brisa” do Catavento:

 

 

FELIPE MADUREIRA – GUITAR TALKS

 

Topo

 

Minifestival punk agita o Hangar 110, em São Paulo, em julho

 

 

Reverendo Frankenstein (Foto: Renata Machado/Divulgação)

 

Punk rock da melhor tradição underground de São Paulo. É isso o que promete um minifestival que ocorre no próximo dia 17 de julho, um domingo, no Hangar 110, próximo ao centro de São Paulo, a casa do punk rock na capital paulista.

Vão se apresentar as bandas recebe as bandas Sindicato Oi!, Reverendo Frankenstein, W.A.C.K., Subalternos e Stouts. O evento marcar o lançamento do disco “Pela Glória Das Ruas'', do Sindicato Oi!

 

Já o Reverendo Frankenstein faz pré-lançamento de seu primeiro disco, “Está vivo… está vivo!'', que sai neste segundo semestre. Ingressos antecipados estão à venda na Loja 255 (Galeria do Rock: R. 24 de Maio, 62 – loja 255 – fone: 3361-6951) e Metal Discos (R. Doná Elisa Fláquer, 184 – Santo André).

Com 15 anos de carreira, o Sindicato Oi! é fortemente influenciado pelas bandas que originaram o streetpunk, mesclado com pitadas de reggae e ska punk. Na ocasião, o quarteto lança Pela Glória Das Ruas, seu primeiro disco cheio.

Na ativa desde 2012, o Reverendo Frankenstein – assim como o Dr. Victor, da clássica história de Mary Shelley – usa seu entrosamento de quase dez anos para juntar pedaços de influências musicais de vários estilos como rock and roll, rockabilly, surf music e punk rock para criar uma nova criatura de esqueleto psychobilly, um monstro com personalidade própria.

Todos os pedaços aparecem aqui ou ali, mas o conjunto da obra vira uma nova vida. Essas referências aparecem em músicas como a instrumental “A vingança de Frank”, na blueseira “Lado escuro” e em “Trauma”, que tem um pé no swing. “Esse ser” e “Entre trevas” seguem a linha psychobilly, ora com influenciados por Cramps, ora por Meteors.

O W.A.C.K.  (We Are All Cockney Kids) foi formado na maior região industrial do Brasil, o ABC paulista, em 2012, influenciado pelo Oi! e do punk oitentista brasileiro. O nome foi tem inspiração no leste de Londres, tradicionalmente operário e berço de muitas bandas Oi! e punk, e  representa a classe operária em qualquer canto do planeta. Após um ano parada, a banda retorna aos palcos para este show.

O Subalternos iniciou seus trabalhos em meados de 2014, com a proposta de resgatar a essência punk traduzida em um som linear, bem trabalhado unido à simplicidade e direção. Cozinha alinhada, riffs marcantes e vocal direto definem a pegada da banda.

Apesar da principal influência ser o genuíno punk inglês 77, os Subalternos também deixam claro sua ligação com o cenário underground paulistano, abrangendo desde bandas renomadas às bandas de garagem que tiveram seu grande papel na representatividade de sua geração.

Letras de manifesto e comportamento assinam a identidade da banda alertando a todos subalternos de que a mudança pode ser real e está dentro de cada um de nós.

Formada em 2015, o Stouts tem como proposta resgatar a simplicidade do som das ruas, com letras que refletem o dia a dia do típico trabalhador da classe operária, que convive com as mazelas causadas pelo sistema deteriorado, repleto de incertezas e angústias. O som do acordeon e o forte sotaque do interior paulista se encontram com a guitarra distorcida, com o baixo e com a bateria típicos do som Oi! para criar uma sonoridade sombria, amarga e forte.

 

Serviço:

Um lugar para o som de rua: Sindicato Oi!, Reverendo Frankenstein, W.A.C.K., Stouts e Subalternos

Local: Hangar 110 (Rua Rodolfo Miranda, 110, Bom Retiro)

Domingo, 17 de julho, a partir das 18h.

Ingressos: R$15 (antecipado) ou R$ 20 (porta)

Informações: (11) 3229-7442

 

COMBATE ROCK

 

Topo

 

Rafael Castro celebra 10 anos de carreira no Sesc Belenzinho

Rafael Castro apresenta ao vivo o álbum "Um Chopp e Um Sundae" no Sesc Belenzinho

 

 

O cantor Rafael Castro celebra 10 anos de carreira nesta sexta-feira (8) no Sesc Belenzinho, a partir das 21 horas. O álbum “Um Chopp e Um Sundae'' será revivido no show, entre luzes, cores e glitter, além de ser gravado como parte das comemorações.

 

 

Gabriel Thomas (Autoramas e Little Quail & The Mad Birds) subirá ao palco para uma participação especial em “Aquela'', que fez sucesso na década de 90 com os Raimundos, e que Castro repaginou em seu último trabalho.

“Um Chopp e Um Sundae''marca uma mudança sonora no trabalho do músico, que se distancia dos rocks irônicos e polêmicos para encontrar uma persona pop. “Muito menos cabeça e muito mais quadril'', resume Castro.

Fabiano Boldo (baixo e sintetizadores), Gui Amaral (bateria e SPD's) e Luna França (sintetizador) completam a banda. O cantor conversou com o UOL sobre a mudança no ritmo e as comemorações de 10 anos de carreira.

 

O que esses 10 anos de carreira representam na sua vida? Fazer música sempre foi opção?

Desde criança o meu barato era música, né? Compunha, tocava e fuçava nisso o dia inteiro. Daí foi só uma questão de aprender a transformar isso em profissão, o que é muito confuso, mas a gente acaba descobruindo e voilá, foi o que aconteceu. 10 anos de carreira faz a gente pensar muito nas coisas que fizemos até aqui e para onde a coisa vai a partir de agora. É massa ver que a vontade de continuar fazendo isso é grande e crescente e que cada vez mais a galera acompanha o trabalho, se envolve e fica na torcida.

 

Como era o Rafael de 10 anos atrás, aquele que morava lá em Lençóis Paulistas, e como é o de hoje – sendo produtor, músico, showman, iluminador e agitador cultural?

Como eu disse, tudo era muito confuso no interior, não se sabia direito como era trabalhar com música, viver disso. Daí tudo o que aparecia que era relacionado à música, para ganhar dinheiro, eu fazia, então eu aprendi muito sobre essas outras profissões que não são exatamente a de “artista'' e sou apaixonado por todos elas. O que eu fazia lá atrás para me sustentar hoje faço com o maior tesão para uma porrada de bandas e artistas que acompanho, como Eristhal, Primos Distantes, Luiza Lian, Lambervision, Malli, Meia Noite e Meia, Camila Garófalo, André Whoong, Manallu, Paula Tesser, Daniel Belleza e as inúmeras bandas que se apresentam no Secretinho, aquele lugar que não se pode falar muito sobre.

 

O disco “Um Chopp e Um Sundae'' marca uma mudança brusca em sua carreira, até meio “underground''. Por que fazer um álbum pop?

 

Eu acho que sempre quero ir mudando de ideia de um disco para o outro, assim como teve o “Raíz'' ou o “Estatuto do Tabagista'' que eram diferente de tudo. “Um Chopp e Um Sundae'' também veio nessa pegada, de pesquisa estética, de mudar e inovar a minha linguagem. E com esse disco veio uma proposta muito legal também de figurino, marcação, iluminação, e tudo o que um som mais pop pede para funcionar legal no palco. Está sendo uma aventura incrível, com parceiros queridíssimos e o pessoal que não se sentiu traído adora.

 

O show do Sesc Belenzinho será gravado ao vivo. O que pretende fazer com esse material?

Estamos com uma série de shows marcados com o Sesc até o fim do ano. Esse “Um Chopp e Um Sundae'', o show do álbum “Raíz'' e também o show de 10 anos, com músicas de todos os discos. Queremos fazer a captação audiovisual dos três shows e fazer um DVD, ou vídeo comprido no YouTube ao vivo, com minidoc, bastidores e tudo mais, em celebração aos 10 anos de lambança.

 

O que o Rafael quer fazer daqui a 10 anos?

Aposentado, vivendo de direito autoral, morando numa cabana em São Tomé das Letras, tomando chá de cogumelo diariamente e tocando violão mal. Zoeira. Acho que quero estar fazendo mais disso mesmo que estou fazendo. Passa tão rápido, né?

 

Você já planeja lançar um próximo disco? Como consegue compôr tanto?

Sem planos de próximo disco, por enquanto. Estou produzindo o disco de uma galera (alguns que citei alí em cima) e pensando em fazer uns clipe do último álbum. Por enquanto só produção e palco, depois a gente vê disco novo. No trampo de composição, agora, só para os outros. Música por encomenda, sertanejo, pop, funk, essas coisas.

 

Qual o momento mais marcante desses 10 anos de atividade?

Certamente foi quando eu e minha equipe decidimos sair de Lençós Paulistas e dar a cara a tapa aqui na capital. Era muito sonho e pouquíssima condição e, quem diria, ainda estamos aqui.

 

Por que não perder o show no Sesc Belenzinho?

Porque vai ter a parte eletrônica, a parte heavy metal, piano de calda, Gabriel Thomaz, piadas que podem ou não dar certo, danças frenéticas, instrumentos voando e vocês eternizados no vídeo.

 

Serviço:

Rafael Castro celebra 10 anos de carreira no Sesc Belenzinho

Quando: 08/07/2016. Sexta, às 21h.

Teatro: (392 lugares).

Duração: 1h30.

Não recomendado para menores de 12 anos.

Ingressos à venda pelo Portal Sesc SP (www.sescsp.org.br), a partir de 28/06/2016, às 15h30, e nas unidades, a partir de 29/06/2016, às 17h30:

R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$ 6,00 (trabalhador do comércio d’e bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).

Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho – São Paulo (SP

Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento

Para espetáculos com venda de ingressos:

R$ 11,00 (não matriculado);

R$ 5,50 (matriculado no SESC – trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo/ usuário)

 

UOL MÚSICA

 

Topo

 

Clipes: Far From Alaska, Bilhão, Almir Chiaratti e Catavento

 

Far From Alaska

 

 

Almir Chiaratti – Navegantes de Noé

Numa pegada existencial tensa, Almir Chiaratti lança novo clipe. A faixa escolhida é “Navegantes de Noé”, presente no álbum Bastidores do Sorriso lançado em 2015. O vídeo foi produzido pela Jaé Filmes e é o segundo clipe oficial de Almir.

 

 

Far From Alaska – Politiks

O combo potiguar Far From Alaska lançou o vídeo de “Politiks”. A banda aproveitou a volta de uma turnê na Europa para encerrar os trabalhos do primeiro álbum do grupo, modeHuman, lançado em 2014 pela Deck. O novo trabalho está no forno, mas ainda não tem data pra sair.

 

 

 

Bilhão – Atlântico Lunar

A Bilhão lançou seu primeiro disco este ano. O duo formado por Felipe Vellozo e Gabriel Luz soltou agora o clipe do carro chefe do álbum, “Atlântico Lunar”. O vídeo, todo em preto e branco, explorando a relação de seres de um único olho em um local solitário.

 

 

Catavento – City’s Angels

Direto de Caxias do Sul, a banda Catavento começa os trabalhos do que será o seu novo disco. A primeira amostra desse trabalho é o clipe de “City’s Angels”, gravado no antigo Moinho Boca da Serra em Vila Seca, na cidade natal da banda.

 

 

MARCOS XI – ROCK IN PRESS

Topo

 

Porto Alegre recebe o Fender Day no domingo

 

 

Os apreciadores de instrumentos Fender que moram no RS já têm programação para o fim de semana. Isso porque no domingo (10) acontece o Fender Day, na loja Openstage (av. Otto Niemeyer, 2415), em Porto Alegre. Quem for até lá terá a oportunidade de testar guitarras e amplificadores, com destaques para os novíssimos BassBraker, que chegaram recentemente ao Brasil. Além disso, especialistas estarão conversando com o público. Também estão previstas gincanas com brindes Fender. No encerramento, terá show de Fabrício Beck (Vera Loca) e Veco Marques (Nenhum de Nós). Mais detalhes estão disponíveis na página do evento no Facebook. O Fender Day tem o apoio da Pride Music Brasil, Fender Brasil, Guitar Player e Bass Player.

 

GUILHERME ZANINI – GUITAR PLAYER

Topo

 

FingerFingerrr prepara terreno para disco de estreia com novo single, o punk dançante “Eu Só Ganho”

 

 

Formada pelos músicos Flavio Juliano (baixo, guitarra e voz) e Ricardo Cifas (bateria, teclado e voz), a banda paulistana FingerFingerrr antecipa o disco de estreia, MAR – cujo lançamento está previsto para 22 de julho, sexta-feira – com o single “Eu Só Ganho”.

Produzido por Fernando Sanches, que já trabalhou com gente do calibre de Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Hurtmold, o disco conta também com a mixagem de Mario Caldato Jr. (Beastie Boys, Nação Zumbi e Planet Hemp) e masterização de Robert Carranza, vencedor de quatro prêmios Grammy.

"'Eu Só Ganho' é o nosso mantra punk que surgiu com o Flavio testando o baixo enquanto eu tomava um café. Quando ouvi os riffs corri para o estúdio e saímos tocando a música", declarou Cifas.

Três anos atrás, antes de entrar em estúdio para dar início às gravações de MAR, o duo lançou o EP The Lick It, com o qual fez vários shows, incluindo quatro turnês pelos Estados Unidos.

 

Ouça abaixo o mais recente single da dupla.

 

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

Expoente do death metal nacional, Krisiun se apresenta no Sesc Pompeia, em São Paulo, esta semana

Os shows acontecem nesta sexta, 8, e sábado, 9

 

 

Fundado em 1990, na cidade de Ijuí (Rio Grande do Sul), o Krisiun, expoente do metal brasileiro, antecipará as turnês norte-americana e europeia com duas apresentações na Comedoria do Sesc Pompeia, em São Paulo. Os shows acontecerão nos dias 8 e 9 de julho.

Os ingressos podem ser adquiridos no site ou em qualquer unidade do Sesc SP, por R$ 9 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculados no Sesc e dependentes), R$ 15 (pessoas com mais de sessenta anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) ou R$ 30 (inteira).

O grupo formado pelos irmãos Alex Camargo (baixo e vocal), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria) está divulgando o mais recente trabalho, Forged In Fury (2015).

Após a performance em São Paulo, o trio seguirá para os Estados Unidos, onde se apresentará durante o mês de agosto nas cidades de Minneapolis, Denver, São Francisco, Los Angeles, Dallas, Austin e Houston. Em seguida, o grupo ruma para o Velho Continente, subindo ao palco na Holanda, Alemanha, Bélgica, Inglaterra, França, Espanha, Itália, Suíça, Áustria e Polônia.

 

Krisiun na Comedoria do Sesc Pompeia

8 e 9 de julho, às 21h30 (sexta) e às 19h30 (sábado)

Sesc Pompeia - R. Clélia, 93 - Pompeia, São Paulo

Ingressos: R$ 9 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculados no Sesc e dependentes), R$ 15 (pessoas com mais de sessenta anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 30 (inteira)

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

Ouça "Nunca" na íntegra, disco do Amarelo Manga, banda do filho do Frejat

 

 

 

A Deck liberou a audição na íntegra de "Nunca", disco de estreia da banda Amarelo Manga, do filho de Roberto Frejat (Barão Vermelho), que chegou às lojas e serviços de streaming na última sexta-feira, 01 de julho.

"Nunca" traz composições da dupla de guitarristas Julio Santa Cecilia (que também é o vocalista da banda) e Rafael Frejat e foi gravado no final de 2015. A sonoridade mistura rock alternativo dos anos 90 com elementos diversos.

Além dos dois músicos, a banda se completa com Leo Israel (bateria) e Ricardo Kaplan (baixo) e toda a banda assina a produção do disco. O repertório reúne 09 faixas, que você ouve abaixo.

 

 

 

LIZANDRA PRONIN – TERRITÓRIO DA MÚSICA

Topo

 

05/07/16

Cachorro Grande e Autoramas lançam em conjunto seus novos álbuns

Show acontece dia 5 de agosto, no Cine Joia, em São Paulo

 

Cachorro Grande - Foto: Rui Mendes

 

Duas bandas nacionais com extensas carreiras se apresentam no Cine Joia no começo do mês que vem trazendo novos discos na bagagem. A Cachorro Grande lança seu oitavo álbum, “Electromod”. Com um a menos, "O Futuro dos Autoramas”, será lançado na mesma noite pelo quarteto Autoramas.

Os gaúchos da Cachorro Grande trazem as novidades do novo disco, músicas do “Costa do Marfim”, de 2015, além de hits da carreira de 15 anos. A banda é formada por Beto Bruno (vocal), Marcelo Gross (guitarra), Rodolfo Krieger (baixo), Pedro Pelotas (teclados) e Gabriel Azambuja (bateria).

O Autoramas abre a noite anunciando a nova formação do grupo carioca, com Érika Martins (voz, guitarra, teclado e percussão), Melvin (baixo), Fred Castro (bateria) e Gabriel Thomaz (guitarra/vocal). O disco foi produzido pela banda e por Lê Almeida, gravado em 3 estúdios diferentes e mixado e masterizado pelo americano Jim Diamond (que gravou o White Stripes).

 

Serviço

 

Sexta-feira, 5 de agosto às 00h00

Abertura da casa às 22h

Cine Joia - Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade – São Paulo/SP

Antecipado - meia R$ 20 / inteira R$ 40

Portaria - meia R$ 25 / inteira R$ 50

Ingressos pelo Livepass

 

FELIPE MADUREIRA – GUITAR TALKS

 

Topo

 

Legião Urbana XXX anos faz suas últimas apresentações em Sampa

 

 

Em comemoração aos 30 anos do lançamento do primeiro disco da banda, a turnê Legião Urbana XXX anos volta para fazer suas últimas apresentações na cidade de São Paulo com show duplo, nos dias 15 e 16 de julho, no Citibank Hall. A turnê, que já passou por mais de 50 cidades no Brasil afora, traz músicas clássicas e do primeiro disco, que marcaram gerações. Dado e Bonfá prometem um show emocionante para matar as saudades da banda.

Clientes dos cartões Citi e Diners Club contaram com pré-venda exclusiva entre os dias 19 e 21 de abril. A venda para o público em geral está disponível desde o dia 22 de abril. Os ingressos poderão ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Citibank Hall. O show é realizado pela TIME FOR FUN.

As duas apresentações contarão com shows especiais de abertura. No dia 15, a cantora e compositora, Lia Paris traz o seu indie rock para o palco do Citibank Hall. Já no dia 16, é a vez da banda Glass and Glue agitar o público antes do Legião se apresentar.

 

LEGIÃO URBANA XXX ANOS

CITIBANK HALL SÃO PAULO

Realização: TIME FOR FUN

Copatrocínio: Skol, Prevent Senior e Flogoral

Transportadora oficial: Gol Linhas aéreas inteligentes

Data: Sexta-feira, dia 15 de julho de 2016.

           Sábado, dia 16 de julho de 2016.

Horário: 22h30.

Local: Citibank Hall SP – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP) – Mais Informações

 

 

DROP MUSIC

 

Topo

 

Beatles: assista ao novo vídeo de “Whiele My Guitar Gently Weeps”

 

 

A clássica ‘While My Guitar Gently Weeps’, dos Beatles, ganhou um novo vídeo, preparado para comemorar os 10 anos do espetáculo Love, no qual os artistas do Cirque du Soleil se apresentam ao som das canções do quarteto de Liverpool. Originalmente, a música está no ‘White Album’, de 1968, e conta com a participação de Eric Clapton na guitarra. Assista ao novo clipe no player logo abaixo.

 

 

GUILHERME ZANINI – GUITAR PLAYER

Topo

 

Nei Van Sória lança música em homenagem a Júpiter Maçã

"Balada para Flávio" foi escrita em novembro de 2015, um mês antes da morte do músico gaúcho

 

Jupiter Maçã

 

 

O músico Nei Van Sória divulgou nesta segunda-feira Balada para Flávio, composição sua em homenagem a Flávio Basso, o Júpiter Maçã, morto em dezembro de 2015. Ex-companheiro de Basso na banda Os Cascavelletes, um dos mais importantes grupos da cena do rock gaúcho dos anos 1980, Nei diz na descrição do vídeo que compôs a música em 25 de novembro de 2015, depois de seu último encontro com ele. "Pressenti o que estava prestes a acontecer e chamei a canção de réquiem desde o dia que a escrevi", conta o músico.

Na descrição do vídeo, que também foi divulgado em seu perfil oficial no Facebook, Nei Van Sória conta sua trajetória ao lado de Basso: "O Flávio foi meu parceiro e amigo por mais de 30 anos! Nossa convivência ao longo desse tempo e a admiração que nutríamos um pelo outro mantinha-nos próximos, mesmo quando estávamos longe". Na faixa, Nei conta com a participação de Frank Jorge e Alexandre Barea, que completavam a formação mais conhecida dos Cascavelletes. "Foi como se Os Cascavelletes estivessem reunidos, novamente, pela última vez", diz o texto.

O clipe começa com imagens de arquivo de Basso se apresentando com Os Cascavelletes e em carreira solo, para logo depois mostrar o músico contando sobre um possível filme sobre a história da banda: "Os Cascavelletes é uma banda revolucionária. O filme vai começar com Nei Van Sória tocando piano com uma cortina vermelha ao fundo". Em seguida, Nei aparece tocando.

A letra começa com Nei Van Sória dizendo: "Tentei de entender, tentei te ajudar. Você se foi, deu chance ao azar". No refrão, a música diz que "você foi além do que era possível, e ninguém avisou: algumas coisas são impossíveis".

 

ZERO HORA

 

Topo

 

Prêmio Vivo Música inicia votação popular

 

 

Meninos de Araçuaí, coral que concorre ao Prêmio Vivo Música

 

A primeira edição do Prêmio Vivo Música abre a votação popular nessa terça-feira, dia 05 de julho, para escolher entre os nove finalistas, quem levará o prêmio de R$ 10 mil - um vencedor para cada das três categorias: Música que Ensina, Música para Todos e Música que Conecta.

 

O Prêmio Vivo Música recebeu 360 inscritos, que também serão também avaliados por um júri técnico. A votação popular será feita até o dia 20 de julho, no site www.vivomusicaquetransfoma.com.br/ ou por meio do aplicativo Vivo Meu Show (para Android e IOS) até o dia 20 de julho. O resultado será divulgado no dia 26 de julho e o evento contará com Carlinhos Brown.

 

LIZANDRA PRONIN – TERRITÓRIO DA MÚSICA

Topo

 

Brujeria lança quarto álbum, "Pocho Aztlan", em setembro

 

 

O Brujeria - que esteve recentemente no Brasil com a "F*** Donald Trump tour" - lança o quarto álbum de sua carreira em setembro. O disco recebeu o nome de "Pocho Aztlan".

Esse será o primeiro disco da banda desde "Brujerizmo", lançado em 2000, e é fruto de um trabalho que se estendeu por anos, com partes gravadas em diversos estúdios diferentes.

Segundo comunicado da própria banda, "Pocho Aztlan" significa algo como "Terra prometida desperdiçada", fazendo referência a Aztlán, lar ancestral dos astecas, e a palavra pocho, usada pelos mexicanos nativos para aqueles que abraçaram ou incorporaram a cultura norte-amerciana - é usado de forma pejorativa e crítica. Juan Brujo, vocalista do Brujeria, é ele mesmo um pocho, dividido entre duas culturas.

Sobre a temática do disco, que fla de drogas, divisão racial e os problemas da frnteira entre o México e os EUA, o vocalista comentou: "Muitas músicas do Brujeria são histórias verdadeiras, e se elas não aconteceram ainda, irão acontecer".

 

Ouça a faixa "Viva Presidente Trump!":

 

 

LIZANDRA PRONIN – TERRITÓRIO DA MÚSICA

 

Topo

 

Pitty revela trailer de filme que registra a turnê de Setevidas

Longa que inclui a gravação de um show e um documentário inédito sai em formato físico e digital no próximo dia 13

 

 

A cantora Pitty revelou o trailer do próximo lançamento dela: o filme Turnê Setevidas – Ao Vivo, que inclui a gravação de um show em São Paulo e um documentário inédito sobre a turnê do mais recente álbum dela, Setevidas (2014).

O vídeo, publicado nesta segunda, 4, mescla cenas de bastidores – como a banda posando para fotos e a cantora se maquiando em um banheiro –, imagens de shows em diversas cidades do Brasil – de Cuiabá a Salvador – e o trecho de uma performance do hit “Equalize”, em que Pitty divide os vocais do refrão com o público.

Recentemente, Pitty divulgou – com exclusividade no site da Rolling Stone Brasil – um trecho inédito dos 50 minutos do documentário presente em Turnê Setevidas – Ao Vivo, no qual ela aparece cantando uma versão “Dê Um Rolê”, faixa dos Novos Baianos.

Além do formato físico, Turnê Setevidas – Ao Vivo sai digitalmente em qualidade superior ao DVD, em 13 de julho. O filme e seus extras poderão ser comprados pela internet, em plataforma desenvolvida pelo selo Deck, com qualidade full HD e possibilidade de reprodução em smartphones e tablets, além de computadores.

 

Assista abaixo ao trailer de Turnê Setevidas – Ao Vivo.

 

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

Que tal um show inteiro, lindo e sexy do incrível The Kills?

 

 

Há algumas semanas, o predileto da casa The Kills lançou seu ótimo disco novo, “Ash & Ice”. No fim de maio, eles fizeram uma apresentação em Detroit que foi transmitida via internet, mas só agora pintou o registro pra gente ver “on demand”.

O show foi realizado dia 22 de maio e dura quase 80 minutos. O afinado duo Alison Mosshart e Jamie Hince ganhou suporte de outros músicos para as apresentações ao vivo nesta turnê, deixando o garage rock algo mais encorpado e denso.

“Ash & Ice”, o álbum, é o primeiro deles em cinco anos, o quinto da carreira, e é puxado pelos singles “Doing It to Death”, “Heart Of A Dog” e “Siberian Nights”.

 

 

SETLIST

No Wow

U.R.A. Fever

Heart Is a Beating Drum

Kissy Kissy

Hard Habit to Break

Heart of a Dog

Impossible Tracks

Black Balloon

Doing It to Death

Baby Says

Whirling Eye

Pots and Pans

Monkey 23

 

Tape Song

Siberian Nights

Fried My Little Brains

Sour Cherry

 

POP LOAD BLOG

Topo

 

04/07/16

Escute no Guitar Talks o som lo-fi emotivo do trio Chico de Barro

Single é um lançamento do selo Efusiva

 

 

Chico de Barro é um trio formado por Nathanne Rodrigues (guitarra/baixo/vocal), Luiz Monclar (teclados) e Pedro Millecco (bateria) e faz parte do cast do selo independente Efusiva.

 

Formada em 2011, a banda fez alguns pequenos shows e algumas tentativas frustradas de gravações de um EP. Pedro só entrou no trio em 2014, colaborando com novas ideias para o grupo, que agora lança o single ‘’Nogueira’’, nome da cidade onde foi gravado o material em formato DIY.

O Chico de Barro tem influências que vão "do emo a mpb". Destilando um “tom delicinha que pode embalar uma bad”. Talvez a carga emotiva se dê pela intensidade da libriana Nathanne, que conta que rolaram muitos choros e desesperos até achar o som perfeito.

O selo Efusiva foi criado por minas de diferentes cidades do Rio de Janeiro. Na pegada do movimento riot grrl a intenção é reunir artistas mulheres, pessoas não-binárias e outras corpas. A capa do single traz uma Nathanne novinha em folha sentada em uma pedra ostentando um chapelão.

 

Ouça “Nogueira”:

 

 

FELIPE MADUREIRA – GUITAR TALKS

 

Topo

 

 

É 2016, mas parece 1996. Ouça o EP de estreia dos mineiros do Kill Moves

 

 

O quarteto belo-horizontino Kill Moves lança hoje seu EP de estreia, “No Rewind”, com ar de anos 90. E a Popload tem orgulho de fazer parte dela.

Banda que bebe na fonte da década pontuada pelo grunge, shoegaze e britpop, com sonoridade baseada e inspirada em artistas içados na cena por selos históricos tipo Sub Pop, Creation e Matador, o Kill Moves solta cinco canções próprias e com uma espécie de formação definitiva, após algumas mudanças no time nos últimos anos.

Além dos integrantes originais Vitor e Estevão, completam o Kill Moves o guitarrista Clayton Vilaça e o baterista Yago Phelipe. A obra foi gravada no Estúdio Território com o apoio e norte de Adolfo Lotar, e sai pelo selo mineiro Burning London Records.

Tem um pouco do grunge do Nirvana e um pouco do som distorcido do Ride, mas com um toque bem mineiro. Ouça o EP na íntegra, abaixo, em primeira mão na Popload.

 

POPLOAD BLOG

Topo

 

Quarta edição do Music Video Festival Awards recebe inscrições até 20 de julho

A cerimônia e o anúncio dos vencedores acontece no domingo, 14 de agosto, no MIS, em São Paulo

 

 

A premiação anual de videoclipes Music Video Festival chega à quarta edição em 2016. Para participar da disputa, os candidatos devem se inscrever seus trabalhos no site do festival até o dia 20 de julho.

O M-V-F Awards irá premiar vídeos lançados entre 1 de abril de 2015 e 20 de julho de 2016 nas seguintes categorias: Melhor Direção em Videoclipe Internacional (Escolha do Júri), Melhor Direção em Videoclipe Internacional (Escolha do Público), Melhor Direção em Videoclipe Nacional (Escolha do Júri) e Melhor Direção em Videoclipe Nacional (Escolha do Público).

Os dez finalistas na categoria Escolha do Público serão anunciados no site do evento na segunda-feira, 25 de julho, e as pessoas poderão votar até o dia 12 de agosto. Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia de premiação que acontecerá no dia 14 de agosto, domingo, no MIS, em São Paulo.

Pelo quarto ano consecutivo, o M-V-F abrangerá, além das exibições de videoclipes e a premiação, diversos debates com convidados nacionais e internacionais, bem como exposições e instalações que dialogam com o tema.

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

Exposição sobre os Beatles chega em agosto ao Shopping Eldorado, em São Paulo

A Beatlemania Experience propõe aos visitantes uma experiência imersiva no universo do quarteto de Liverpool

 

 

Será inaugurada no dia 24 de agosto, quarta-feira, no Shopping Eldorado, em São Paulo, a exposição Beatlemania Experience. Remontando a história de uma das bandas mais influentes de todos os tempos, os Beatles, o evento colocará à disposição do público um grande número de memorabilias como capas de revistas, réplicas de roupas e instrumentos, além de fotos e filmes inéditos no Brasil.

Além de ter os itens raros à mostra, a exposição recriará o maior show do grupo formado por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Por meio de um filme de realidade virtual, os visitantes poderão se sentir como se estivessem sentados em uma poltrona do Shea Stadium, em Nova York, no ano de 1965, durante a turnê norte-americana do Fab Four.

O evento também trará ao visitante uma minuciosa réplica da área externa da igreja de St. Peter e do caminhão em que a banda The Quarrymen – que posteriormente originaria os Beatles – tocou em 1957.

O filme Yellow Submarine, lançado em 1968 no Reino Unido, ganhará uma exibição em 4D durante a mostra. Além disso, a Beatlemania Experience terá shows, em datas específicas, da All You Need Is Love, banda tributo do quarteto.

Os ingressos começam a ser vendidos oficialmente nesta sexta-feira, 1, nas bilheterias do Tom Brasil e pela Ingresso Rápido. As vendas serão abertas por lotes.

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

01/07/16

Após 20 anos de sua morte, Renato Russo ganha disco tributo

Filho do músico planeja contar com nomes como Far From Alaska e Supercordas

 

 

Em 11 de outubro de 2016 completa-se duas décadas da morte de um dos maiores poetas da nossa música, Renato Russo. Para lembrar a data, o filho e herdeiro do artista, Giuliano Manfredini, irá preparar um disco tributo com nomes contemporâneos.

Batizado de “Viva Renato Russo 20 Anos”, o tributo trará versões de sucessos da Legião Urbana e de sua carreira solo. O registro chegará será disponibilizado em plataformas de streaming e em CD físico, de maneira gratuita, no mês de outubro.

Nomes diferentes da cena brasileira como Far From Alaska, Supercordas, Republica, Codinome Winchester e Uh Lá Lá são alguns dos escalados para as gravações.

De acordo com um comunicado divulgado à imprensa, a Legião Urbana Produções Artísticas, empresa coordenada por Giuliano afirma que “outros projetos estão sendo desenvolvidos para homenagear o legado deixado por Renato Russo”.

Entre essas novidades está um filme baseado na letra da música “Eduardo e Mônica”, já em fase de produção (antes era comentado que a faixa seria retratada em um série de TV o que nunca foi confirmado oficialmente), e uma exposição inédita no MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo), para 2017, fato que já foi amplamente comentado na mídia.

 

 

 

MARCOS FERRREIRA – GUITAR TALKS

 

Topo 

 

4ª Semana do Rock do SESC Centro reúne grandes nomes do rock gaúcho

 

A 4ª Edição da Semana do Rock SESC Centro reunirá grandes nomes do rock gaúcho em verdadeiro encontro de gerações. Uma celebração ao Dia Internacional do Rock. Confira a programação de shows e eventos:

 

Show: Acústicos & Valvulados"

Data: 13/07/2016

Local: Teatro Sesc Centro – Av. Alberto Bins, 665, 20h

 

Show: Wander Wildner

Data: 14/07/2016

Local: Teatro Sesc Centro – Av. Alberto Bins, 665, 20h

 

Show: Suco Elétrico

Data: 15/07/2016

Local: Teatro Sesc Centro – Av. Alberto Bins, 665, 20h

 

Exibição do Documentário: "30 Anos de Rock Gaúcho"

Data: 16/07/2016

Local: Auditório Luis Cosme, Discoteca Pública Natho Henn - 4º andar da Casa De Cultura Mario Quintana, 17h

 

Show: Banda Hellsinki – Discoteca Pública Natho Henn

Local: Auditório Luis Cosme, Discoteca Natho Henn - 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana, 18h

 

Os ingressos estão à venda no Atendimento ao Cliente do SESC Centro (Av. Alberto Bins, 665), de segunda a sexta, das 8h às 19h45 e aos sábados, das 8h às 13h.

 

Valores:

R$ 10,00 – Comerciários com cartão Sesc/Senac

R$ 15,00 – Estudante, Idoso, empresário e dependente com cartão Sesc/Senac e classe artística

R$ 30,00 - Público em Geral

 

Informações: 51.32842071

 

ROCK GAÚCHO

 

Topo

 

Afastados da reunião, dois ex-Guns N´Roses gravam single

 

 

O guitarrista Izzy Strandlin e o baterista Matt Sorum não participam na reunião dos Guns N´Roses mas gravaram um single juntos.

A revelação foi feita pelo primeiro no Twitter. De acordo com o guitarrista, os dois gravaram «F.P. Money».

 Na publicação, Strandlin recorda as «divergências ultrapassadas» ao longo dos anos. A canção será estreada este mês mas um primeiro excerto já pode ouvir-se.

 

 

DISCO DIGITAL (Portugal)

 

Topo

 

Assista ao reflexivo clipe de “Atlântico Lunar”, do duo carioca Bilhão

 

 

 

O duo carioca Bilhão reflete sobre o tempo no clipe de “Atlântico Lunar”. O registro ganha vida nesta quinta, 30, lançado com exclusividade pelo Sobe o Som – o espaço no site da Rolling Stone Brasil dedicado à produção alternativa da música brasileira.

Idealizado pela própria dupla – Felipe Vellozo e Gabriel Luz –, o vídeo traz estética preto e branco, pouco movimento e protagonistas com cabeças formadas por um grande olho (menos expressivos que os usados pelo grupo experimental norte-americano The Residents). As pessoas com cabeça de olho aparecem em dois ambientes antagônicos: a liquidez do mar e a escassez das dunas.

Assim também é “Atlântico Lunar”, que expressa toda a confusão humana em sua relação involuntariamente subjetiva com o tempo. “A lentidão do corpo só/ Uma figura incerta/ A velocidade não te alcança”, diz a letra, criando a noção da passagem de tempo “gorda e devagar”. A mesma poesia, contudo, também aponta para a efemeridade, dizendo que “foi só um vapor”, “foi só um pulsar”.

 

“Atlântico Lunar” é a música de abertura do disco Bilhão, lançado este ano pelo duo. Com apenas sete faixas e menos de meia hora de duração, o trabalho é leve e aéreo, incluindo canções mais coloridas, permeadas de guitarras e teclados (como “Atlântico Lunar” e “Três da Tarde”), e baladas guiadas ao violão (“Tô Pra Ver o Tempo” e “The Effect”).

 

Assista ao clipe abaixo.

 

 

LUCAS BRÊDA – ROLLING STONE BRASIL

 

Topo

 

Parallax, novo single da Inky

Quarteto paulista insinua olhar mais rock em seu novo álbum, a ser lançado ainda neste ano.

 

 

Parece que tudo mudou na Inky. O grupo paulista trouxe uma nova roupagem para sua sonoridade e a apresenta em “Parallax”. A faixa mostra uma banda de rock, utilizando distorções junto com dissonâncias para trabalhar a nova fase do quarteto.

trabalho estreia o novo baterista da banda, Luccas Villela (Jennifer Lo-Fi, E a Terra Nunca Pareceu Tão Distante), mostrando a banda deixando os sinths como detalhe nas músicas e valorizando os instrumentos mais clássicos, como guitarra e bateria. “Na real a gente sempre foi 100% live, mas por sermos mais eletrônico dava essa impressão”, comenta Guilherme Silva, baixista da banda.

O próximo álbum da Inky ainda não tem nome. O disco foi gravado nos estúdios da Red Bull, em São Paulo, com produção Guilherme Kastrup. O lançamento é esperado ainda para este ano.

 

Inky – Parallax

 

 

MARCOS XI – ROCK IN PRESS

Topo

 

Black Sabbath confirma show em Porto Alegre

O quarteto britânico se apresenta na cidade no dia 28 de novembro, como parte da turnê The End

 

 

A carreira do Black Sabbath em cima dos palcos está chegando ao fim. Depois de anunciar uma série de shows como parte da turnê derradeira The End, o quarteto britânico revelou nesta quinta-feira, 30, mais uma data no Brasil. A apresentação acontecerá no dia 28 de novembro, em Porto Alegre, no Estaciomaneto da FIERGS.

Além da capital gaúcha, o grupo formado por Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler também tocará em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Curitiba, entre novembro e dezembro deste ano. Veja mais informações abaixo.

A banda retornará ao Brasil depois de três anos da última passagem. Na ocasião, divulgando o último disco da carreira – primeiro de Osbourne com o grupo desde 1978 –, 13 (2013), ela esteve em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo. Com show solo, Osbourne também tocou no país em 2015, incluindo uma apresentação no festival paulista Monsters of Rock.

Assim como na reunião, em 2011, e nos shows no Brasil, em 2013, o Black Sabbath não terá o baterista da formação original, Bill Ward – que recentemente anunciou nova banda –, mas sim o dono das baquetas na carreira solo de Osbourne, Tommy Clufetos. A exclusão do antigo baterista já gerou muita polêmica, com o vocalista tendo dito que Ward estaria “incrivelmente acima do peso” e sem condições de fazer turnê. O baterista disse que queria um “contrato assinável”, mas as negociações falharam.

Recentemente, o Black Sabbath até cogitou fazer um último disco de inéditas, mas, em vez disso, o trio decidiu editar e colocar à venda um CD em edição limitada, que só está disponível para compra nos shows da turnê de despedida, também com o título de The End. Ele contém quatro sobras de estúdio de 13, além de quatro gravações ao vivo.

A turnê The End chegará ao fim com uma excursão de sete datas na Inglaterra, entre janeiro e fevereiro de 2017. A banda tocará em Manchester (Manchester Arena, 22 de janeiro), Glasgow (SSE Hydro, 24 de janeiro) e Leeds (First Direct Arena, 26), antes de fazer uma residência de três dias na O2 Arena, em Londres (29-31). Os dois últimos shows do Black Sabbath acontecerão na cidade natal do grupo, Birmingham, na Genting Arena, em 2 e 4 de fevereiro de 2017.

 

Black Sabbath com a turnê The End no Brasil

Porto Alegre

28 de novembro (segunda-feira), às 21h

Estacionametno da FIERGS - Av. Assis Brasil, 8787 - Sarandi

Ingressos: entre R$ 300 (pista) e R$ 560 (pista premium)

 

Curitiba (PR)

30 de novembro (quarta-feira), às 21h

Pedreira Paulo Leminski - Av. João Gava, S/N - Pilarzinho

Ingressos: entre R$ 380 (pista) e R$ 650 (pista premium) no site da Tickets For Fun

 

Rio de Janeiro (RJ)

2 de dezembro (sexta-feira), às 21h

Praça da Apoteose - Passarela do Samba Prof. Darcy Ribeiro - Sambódromo/RJ

Ingressos: R$ 370 (pista/arquibancada) a R$ 680 (pista premium) no site da Tickets For Fun

 

São Paulo (SP)

4 de dezembro (domingo), às 20h30

Estádio Morumbi - Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 - Morumbi, São Paulo

Ingressos: entre R$ 250 e R$ 700 no site da Tickets For Fun

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

By Paulão - (34) 9108-5957 paulao@confraria.net

Pedreira Paulo Leminski - Av. João Gava, S/N - Pilarzinho

Ingressos: entre R$ 380 (pista) e R$ 650 (pista premium) no site da Tickets For Fun

 

Rio de Janeiro (RJ)

2 de dezembro (sexta-feira), às 21h

Praça da Apoteose - Passarela do Samba Prof. Darcy Ribeiro - Sambódromo/RJ

Ingressos: R$ 370 (pista/arquibancada) a R$ 680 (pista premium) no site da Tickets For Fun

 

São Paulo (SP)

4 de dezembro (domingo), às 20h30

Estádio Morumbi - Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 - Morumbi, São Paulo

Ingressos: entre R$ 250 e R$ 700 no site da Tickets For Fun

 

ROLLING STONE BRASIL

Topo

 

By Paulão - (34) 9108-5957 paulao@confraria.net